Home > Blog > Veja 5 dicas preciosas de como cuidar das flores na primavera!

Veja 5 dicas preciosas de como cuidar das flores na primavera!

22/09/2020
Você acha que tem passado uma quarentena monótona e quer um novo propósito para o seu dia a dia? Já pensou em como cuidar das flores pode ser uma atividade prazerosa e gratificante? 

Seja em casa, seja em apartamento, ter um jardim pode proporcionar inúmeros benefícios, tais como a melhoria do ar que respiramos, repaginada no estilo do ambiente, provento de recursos naturais e, até mesmo, ajuda terapêutica. 

1. Posicione as flores no melhor lugar possível

Um dos primeiros aspectos que você precisa levar em consideração é o posicionamento das suas flores, não apenas pensando em uma decoração especial, mas sim em relação à proteção de suas mudas. 

Questões como iluminação, temperatura e ventilação são primordiais, de modo que é preciso identificar o que é mais propício para determinado tipo de planta.

O ideal é que haja um equilíbrio a respeito da iluminação que a planta recebe, ou seja, a ausência completa de luz faz com que os caules não tenham resistência, mas o excesso pode gerar queimaduras nas folhas. 

Vale ressaltar que, dificilmente, as flores resistirão a um ambiente muito abafado e sem ventilação, portanto, é importante posicionar os vasos em locais em que a planta consiga se desenvolver.

2. Tenha disciplina ao regar suas mudinhas

Em comparação com o inverno, um dos benefícios da primavera é que há mais dias de calor e, consequentemente, maiores oportunidades de ter chuvas para hidratar o seu jardim de forma uniforme. 

Porém, isso não quer dizer que você deve se isentar de regar as plantas, sendo preciso fazer isso com cuidado e disciplina, visando sempre o crescimento saudável para brotar flores esplêndidas.

Para saber como molhar adequadamente, a primeira coisa que precisa ter em mente é o clima da região em que mora, especialmente na questão da umidade relativa do ar, um dos aspectos que define a frequência com a qual regará o jardim. 

Dependendo da planta, regue todos os dias do primeiro mês da estação, pois isso ajuda no enraizamento, porém, tome cuidado para não “afogar” a mudinha, pois tem flores que não toleram o excesso.

Quanto ao momento do dia, molhar pela manhã é uma das boas práticas de como cuidar das flores, pois a iluminação natural dos raios solares potencializará por mais tempo os processos nutricionais. 

3. Saiba a importância da terra e do adubo no crescimento

Da mesma forma que o local onde moramos e as pessoas que convivemos são essenciais para o nosso amadurecimento, as flores também precisam de um bom solo. 

Seja qual for a situação ou estação do ano, o solo utilizado deve ser rico em matéria orgânica, de modo que a terra que dá maior aderência ao crescimento das mudinhas é aquela mais escura. 

Inclusive, utilizar húmus de minhoca, que é um adubo natural feito a partir de restos de vegetais e micro-organismos, pode enriquecer demais o seu plantio.

4. Utilize técnicas para realizar uma boa poda

O intuito de realizar a poda é para que controle o porte e a forma das plantas, ajudando na floração e frutificação, ou seja, remover galhos doentes ou quebrados para não bloquear a força de crescimento ou incidência de luz

De forma geral, o seu bonito jardim precisa de três tipos básicos de podas: 
limpeza - feito ao longo do ano para retirar folhas e ramos secos, além das flores murchas e mortas;
formação - para estimular o surgimento de novos brotos e conferir uma forma mais compacta à planta;
produção - estimula a atividade reprodutiva da planta, no intuito de induzir o surgimento de novas flores e até frutos dependendo da espécie.

O mais indicado é fazer a poda durante o inverno, uma vez que isso será decisivo para que a planta ressurja com mais força na primavera. 

5. Aprenda a fazer um replantio de qualidade

O replantio das mudinhas é outro grande cuidado que é preciso ter para aumentar a longevidade do seu jardim, especialmente se você compra as flores já envasadas, como acontece no Supermercado Covabra. 

Também conhecido como transplante, o replantio é bom para melhorar as condições de vida das suas flores, sendo necessário em situações de falta de espaço ou esgotamento de nutrientes principalmente.

No dia anterior ao replantio, dê aquela caprichada na hora de regar a planta, pois isso deixará muito mais fácil a remoção do vaso, sendo relevante tirar o substrato velho com muito cuidado para não comprometer a raiz

Depois desse processo, a manutenção é crucial ao decorrer do tempo, a fim de deixar o seu jardim mais propício à floração.

Em resumo, veja que o assunto jardinagem não é um bicho de sete cabeças, portanto, desde que siga todas as etapas direitinho e saiba exatamente o que a planta precisa, saberá como cuidar das flores com facilidade.

E aí, como você tem lidado com as suas flores? Se gostou do texto, deixe o seu comentário no post para sabermos um pouco melhor sobre os seus cuidados!


© 2019 Covabra Supermercados. Todos os direitos reservados.